NINHO VAZIO

Fazia um tempinho que não postava, mas não desisti do blog não.

É que estava ocupada ajudando meu filho na sua mudança para seu novo apartamento.

E o importante é participar!!! Por a mão na massa.

Quando ele mudou para os Estados Unidos, de volta de um período trabalhando no Brasil veio morar comigo. Neste meio tempo casou, começou a trabalhar em nova empresa, engravidou … ufa…. Foram muitas coisas ao mesmo tempo. Agora chegou a vez de montara seu ninho.

E o meu ninho ficou vazio.

Mas, nunca tive tempo de ter a síndrome do ninho vazio, graças a Deus.

Prá quem não sabe, a chamada síndrome do ninho vazio é uma condição caracterizada pelo surgimento de um quadro depressivo por parte dos pais (afetando geralmente a mãe) após a saída dos filhos de casa, a partir do momento em que eles se tornam independentes, partindo para outra moradia.

Primeiro foi a vez da minha filha sair. Filha mulher é mais complicado, porque a gente é mais próxima.

Mas já fazem dez anos e sobrevivi. Não foi fácil, mas também não foi um drama e isto que na época trabalhava e meu outro filho estava em casa.

Meu filho já foi e voltou várias vezes em razão do tipo de trabalho que exerce. E eu até achei bom.  Fui me acostumando ao ninho vazio em conta-gotas.
 
A casa dos pais está sempre aberta prá quando os filhos precisarem passar uma noite, uma temporada ou uma vida.
 
Mas agora chegou a vez dele realmente formar uma nova família e precisa de ter seu espaço.
Mais uma vez meu ninho vai ficar vazio.
 
Porém tanto um como  o outro não estarão longe, o que é um grande consolo.
 
Como dizem os psicológos o importante é ter objetivos e metas, para não cair em depressão.
Tenho uma vantagem, porque minha menopausa já está resolvido há muitos anos e este é um elemento forte para agravar a situação do ninho vazio em função da dança enlouquecida dos hormônios.
 
Acho também que o fato deste assunto ser muito debatido, faça com que estejamos mais preparadas para isto. Aliás é um fato que devemos começar a nos preparar desde o dia que os filhos nascem, porque já disse Kalil Gibran Teus filhos não são teus filhos, são filhos e filhas da vida. E isto é uma coisa que eu sempre coloquei na minha cabeça.
 
Também acho que se o motivo da saída dos filhos de casa for um bom motivo como faculdade, casamento ou desejo de ser independente, trazem mais conforto do que a saida for por briga ou por morte.
 
É sempre importante preencher seus dias com atividades e apesar de estar aposentada, atividade é que não me falta e acho que a mais importante é a vinda dos netos e a possibilidade de passar um tempo de qualidade com eles.
 
Além disto, meus filhos sabem que minha casa é uma base permanente, para sempre que eles precisarem ou quererem voltar. Isso fornece ao núcleo um sólido senso de segurança e pertencimento.

Tenho uma amiga em New York que criou uma página no Facebook chamada de Empty Nest. Achei super interessante ver como ela e um grupo de amigas foi preenchendo o vazio deixado pelos filhos que foram para a universidade. Vale salientar que as crianças aqui nos Estados Unidos saem muito cedo de casa, geralmente aos 18 anos, o que eu imagino ser mais difícil para a mãe, porque ainda não estão totalmente amadurecidos.

Então vamos lá.

Pronta para uma nova etapa.

Abraços

Silvana

 

 
 
 

 

 

 

 

CompartilhePrint this pageEmail this to someoneShare on FacebookShare on TumblrPin on Pinterest

One thought on “NINHO VAZIO

Leave a Reply